Transporte de mercadorias – Guia de Transporte

Se transportar mercadorias e não tiver guia de transporte sujeita-se a pagamento de multa entre 150€ e 7.500€.

Existe lugar ao pagamento de multa quando a guia de transporte:

– Não foi comunicada à Autoridade Tributária;
– Não foi emitida por meios electrónicos, informáticos ou em papel;
– Não se faz acompanhar do respectivo código de identificação (fornecido pela ATA no momento da comunicação);
– Não menciona se o destinatário ou adquirente não é sujeito passivo.

Assim, a falta de apresentação de guia de transporte está sujeita ao pagamento dos seguintes valores:

entre 150€ a 3750€ para pessoas singulares;
entre 300€ a 7.500€ para pessoas colectivas.
Para além das multas, o transportador das mercadorias está sujeito à apreensão da viatura e dos bens transportados.
As omissões ou inexactidões na guia de transporte também estão sujeitas ao pagamento de multas.
Por exemplo: falta de indicação do NIF do adquirente ou destinatário, dos locais de carga e descarga ou da data e hora do início do transporte.
Nestas situações as multas variam entre 93,75€ e 5.625€ para pessoas singulares e entre 187,50€ e 11.250€ para pessoas colectivas.
Os elementos obrigatórios que devem constar numa guia de transporte são os seguintes:

– Nome, firma ou denominação social do remetente dos bens;
– Domicílio ou sede do remetente dos bens;
– Número de identificação fiscal do remetente dos bens;
– Nome, firma ou denominação social do destinatário ou adquirente dos bens;
– Domicílio ou sede do destinatário ou adquirente dos bens;
– Número de identificação fiscal do destinatário ou adquirente, quando este é sujeito passivo de IVA;
– Designação comercial dos bens, com indicação das quantidades;
– Locais de carga e descarga;
– Data e a hora em que se inicia o transporte.
As guias de transporte são válidas desde o momento da sua emissão até à finalização do processo de entrega da mercadoria.
A comunicação das Guias de Transporte à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) deve ser feita antes das mercadorias saírem para a rua.

No momento em que transporta as mercadorias, deve circular com o código que foi atribuído a cada documento de transporte, para apresentar em caso de fiscalização.

Estão excluídos desta obrigação o transporte dos bens provenientes de produtores agrícolas, apícolas, silvícolas ou de pecuária resultante da sua própria produção.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s